terça-feira, 12 de abril de 2011

Avatar Voz do Além

Wikileaks: governo americano está influenciando mídia brasileira em questões religiosas

 

image

(…) Um esforço para difundir a consciência sobre os danos que podem advir de se proibir a difamação das religiões pode render bons dividendos. Grandes veículos de imprensa, como O Estado de S. Paulo e O Globo, além da revista Veja, podem dedicar-se a informar sobre os riscos que podem advir de punir-se quem difame religiões, sobretudo entre a elite do país.

Essa embaixada tem obtido significativo sucesso em implantar entrevistas encomendadas a jornalistas, com altos funcionários do governo dos EUA e intelectuais respeitados. Visitas ao Brasil, de altos funcionários do governo dos EUA seriam excelente oportunidade para pautar a questão para a imprensa brasileira. Outra vez, especialistas e funcionários de outros governos e países que apóiem nossa posição a favor de não se punir quem difame religiões garantiriam importante ímpeto aos nossos esforços. (…)

O excerto acima faz parte de um documento confidencial da embaixada americana no Brasil vazado pelo Wikileaks. Caso não tenha ficado claro, diz respeito a uma tentativa - descrita como bem sucedida - do governo americano de cultivar uma linha de não recriminação contra "difamação de religião", especialmente contra muçulmanos, na imprensa brasileira.

Duas coisas chamam atenção: os veículos citados - Estadão, O Globo e Revista Veja -, e a aparente facilidade da embaixada ao declarar que está obtendo “significativo sucesso” ao influenciar os maiores veículos midiáticos brasileiros.

Em certo trecho do documento é dito que “Ao abordar os mais altos níveis do Ministério de Relações Exteriores, é essencial persuadir o Brasil a mudar seu voto e a trabalhar conosco a favor da “Difamação de Religiões”, até chegarmos a uma solução de conciliação”.

Fica como aviso quando ler coisas relacionadas ao Islamismo, tipo insinuações como ESSA.

 

[Vi o Mundo via Catatau]

9 Comentaram...

Tavares disse...

Voz

há indicios concretos de que o assassino tenha contato com fundamentalistas islâmicos, ele os cita nominalmente em anotações encontradas em sua casa, eles se chamariam Abdul e Philip e existiria um grupo do qual ele fazia parte.

Além disso ele era empolgado com a ideia de imitar Bin Laden.

Como sempre os "documentos" do wikileaks só nos levam a confusão.

Vc retirou isso de um site esquerdista, esses sites se dedicam o ano inteiro a difamar religiões,principalmente o cristianismo,por que agora estão reclamando disso? Na verdade esses sites estão culpando a religião petencostal pelos crimes do maluco.

Além disso há um apoio tácito de governos esquerdistas ao terrorismo islâmico, pq seria antiamericano, então eles sempre livram a cara do islamismo em tudo que acontece.

Desculpa ai, mas vc foi extremamente parcial.

Há indícios de que essas organizações terroristas islâmicas estejam atuando no Brasil, para a próxima olimpiada, mas o governo brasileiro não vai admitir nunca. E quem ganharia com isso?

As empresas de segurança que vão ter um bom cliente nos próximos cinco anos.

Eu não confio em nenhum documento do wikileaks.

ABOUT disse...

"Eu não confio em nenhum documento do wikileaks."

Até agora nenhum indivíduo citado em documentos do wikileaks negou veracidade das informações contidas nas denúncias.

Crazyseawolf disse...

Na minha humilde opinião, qualquer religião é um crime hediondo contra a humanidade. O massacre no Rio só me dá razão nisso.

Fernando disse...

Veja reader identified.

Estael David de Menezes Neto disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Estael David de Menezes Neto disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Renanvive!!!! disse...

Pior que estão conseguindo, olha os comentários.

Alexandre Martins disse...

"qualquer religião é um crime hediondo contra a humanidade"
.
bem, você deveria ler mais a História da Humanidade e ver o quanto uma Sociedade religiosa beneficiou seus cidadãos, promoveu e preservou a Cultura e a saúde pública...
mesmo os muçulmanos deram sua contribuição com a Àlgebra e a Matemática. Se não fosse o Islã, os árabes seriam até hoje tribos nômades.
A quem usa o batido argumento das "guerras pela fé", sugiro ver que o Comunismo matou mais gente em 70 anos que o Cristianismo e o Islamismo lutando entre si por 200 anos...

Fernando disse...

Religious Veja Reader Detect.

Postar um comentário

Mostre que é nerd e faça um comentário inteligente!

-Spams e links não relacionados ao assunto do post serão deletados;
-Caso queira deixar a URL do seu blog comente no modo OpenID (coloque a URL correta);
-Ataques pessoais de qualquer espécie não serão tolerados.
-Comentários não são para pedir parceria. Nos mande um email, caso essa seja sua intenção. Comentários pedindo parcerias serão deletados.
-Não são permitidos comentários anônimos.


Layout UsuárioCompulsivo