terça-feira, 7 de setembro de 2010

Avatar Voz do Além

Profissionais mais antigas do mundo censuradas no Craigslist

 

image

O Craigslist é como uma seção de classificados gigante, com as coisas mais malucas possíveis. Tem desde mulheres procurando namorados, até venda de artesanato, e como você pode imaginar, é um sucesso absoluto em seus 15 anos de funcionamento. Mas, parece que a página acaba de perder pra sempre alguns dos seus anúncios mais importantes: justamente os de serviços sexuais. Quem visitou o site hoje dentro do território dos EUA naquela malemolência de caçar um bom serviço prazeroso, deu de cara com um CENSORED garrafal. Na verdade, os anúncios de prostituição estão censurados desde sexta-feira passada, e, por enquanto o site ainda não se pronunciou a respeito, gerando algumas especulações quanto a medida. Após constatar que os anúncios continuavam sendo veiculados livremente fora dos EUA, enviei alguns emails para a direção do site, mas não obtive resposta (não precisam especular sobre o fato de Eu estar buscando putaria por lá, recebi anonimamente por email a notícia da censura).

O lance é que um grupo especial de 17 promotores americanos começaram uma espécie de caça as bruxas a anúncios do tipo, alegando que estimulam o tráfico de pessoas com intuito sexual - e eles usaram como exemplo um caso onde duas meninas foram vendidas como prostituas, supostamente com intermediação do site. Foi esse mesmo grupo que enviou uma carta ao Craigs exigindo a retirada dos anúncios - que fazem parte de uma das únicas seções que têm propagandas cobradas, junto com vendas de imóveis… quase todo o resto é grátis. Richard Blumenthal, o procurador-geral de Connecticut, que comemorou a decisão da retirada dos anúncios, disse que o site poderia ser multado em até 36.300 dólares por ano caso continuasse promovendo a prostituição.

 

image

A resposta da liderança do site foi arrasadora. Na verdade, foi até uma resposta prévia, já que foi veiculada no blog da empresa mês passado, e mostrou como a política de filtragem de anúncios do site era bastante rigorosa e efetiva. Jim Buckmaster, presidente da empresa, foi ainda mais longe, e acusou os a promotoria de usar o Craigslist como bode expiatório numa campanha moralista artificial, já que o mesmo tipo de anúncio é feito em diversos outros sites e jornais impressos. Ele também lembrou que o problema da prostituição não teve origem na internet, ou por causa dela, mas sim como um vácuo de políticas públicas que aprofundam divisões sociais. Agora é ver onde essa queda de braço terminará - ano passado, o Craigs recebeu notificação semelhante, mas ganhou na Justiça o direito de continuar anunciando prostituição.

Sexo… sempre ele o culpado! Por que não proíbem anúncios de vendas de armas também, só para começar? Só questiono isso…

 

PS: Escrevi um pouco sobre sexo e violência NESSE texto do NerDevils.

 

[Via Wired Epicenter]

2 Comentaram...

Velho da Montanha disse...

Só não diga que a culpa é da igreja católica, pq os americanos são em sua maioria protestantes.

Marcelo disse...

Não, a culpa não é de uma Igreja. Todas as religiões são usadas para perseguir prostitutas. Mas nem parece ser o caso. Esses surtos de moralismo de ocasião são difíceis de se compreender, quando não se está dentro do contexto local. E nada mais leviano do que falar na forma de generalizações.

Postar um comentário

Mostre que é nerd e faça um comentário inteligente!

-Spams e links não relacionados ao assunto do post serão deletados;
-Caso queira deixar a URL do seu blog comente no modo OpenID (coloque a URL correta);
-Ataques pessoais de qualquer espécie não serão tolerados.
-Comentários não são para pedir parceria. Nos mande um email, caso essa seja sua intenção. Comentários pedindo parcerias serão deletados.
-Não são permitidos comentários anônimos.


Layout UsuárioCompulsivo