segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Avatar FiliPêra

Produção de O Hobbit com mais problemas, mas Peter Jackson deve dirigir

 

image

O Hobbit é como o Watchmen do ano: imbróglios com produtores que detém direitos sobre a obra, atores ameaçando deixar a produção e brigas com sindicatos e associações de classe cinematográfica. Nada que uma injeção de grana não resolva, geralmente. O problema básico é que a MGM faliu e está em processo de negociação no mercado… mas não quer largar o osso, e isso está atrapalhando inclusive a produção do novo 007. Dessa indecisão da empresa, os atrasos surgem e, com ele, o resto dos grilos, que torna O Hobbit um filme cada vez mais difícil de ser parido - o que já custou a direção de Guillermo Del Toro, por exemplo.

O problema da semana é uma revolta das associações de atores australiana que atua também na terra natal de Peter Jackson, que surgem menos de uma semana depois da produção do filme anunciar o início da contratação da equipe. Primeiro, uma associação de atores australianos divulgou um comunicando para seus membros não trabalharem no filme, dizendo que produtores de O Hobbit não estão compactuando com os pedidos do grupo - pedidos que basicamente exigem a contratação somente de pessoal sindicalizado. Outras sete entidades similares foram na onda e aconselharam seus membros a fazerem o mesmo.

Peter Jackson reagiu e disse que toda a jogada era política, afirmando que todas as associações buscavam poder político e ganhos em cima da grandiosa produção do filme. Oportunistas estão tentando usar nosso filme para ganhos pessoais, disse ele se referindo diretamente a MEAA (Media, Entertainment & Artists' Alliance) em um comunicado escrito no Hollywood Reporter. "Com certeza parece que estamos sendo atacados, simplesmente porque somos um alvo gordo e suculento - e não por qualquer atitude errada", continua. Ele ainda deixa claro que se esses problemas persistirem, vai levar o filme para o continente europeu. Ao menos o mesmo artigo cita Jackson como diretor… o que contrasta com o fato do filme nem ter sido aprovado pela Warner, já que os problemas da MGM são fatais.

O problema maior parece ser uma certa ditadura dessas associações de classe, que aparentemente querem todos os filmes de acordo com normas deles. Logicamente que direitos são assegurados aos sindicalizados, mas as estruturas e a tomada de decisões me parecem um tanto obscuras, o que pode ocasionar uma chantagem por parte delas. Mas, como não sei o caso profundamente, não opinarei…

3 Comentaram...

Fernanda disse...

"que já custou a direção de Benicio Del Toro"??

FiliPêra disse...

@Fernanda...

desculpe o erro, já foi consertado. Obrigado!

Michele disse...

Já li o livro, que é um dos meus favoritos da literatura fantástica!! Tomara que saia logo do papel esse filme!

Postar um comentário

Mostre que é nerd e faça um comentário inteligente!

-Spams e links não relacionados ao assunto do post serão deletados;
-Caso queira deixar a URL do seu blog comente no modo OpenID (coloque a URL correta);
-Ataques pessoais de qualquer espécie não serão tolerados.
-Comentários não são para pedir parceria. Nos mande um email, caso essa seja sua intenção. Comentários pedindo parcerias serão deletados.
-Não são permitidos comentários anônimos.


Layout UsuárioCompulsivo