sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Avatar Voz do Além

Cientistas avançam em pesquisas de leitura da mente

 

image

Se você acha que o Google e sua sugestão de palavras para você escrever eram o máximo de paranóia que o mundo tecnológico mainstream pode oferecer, se prepare, tem coisa um pouco mais avançada sendo desenvolvida por aí, e envolve palavras extraídas diretamente do cérebro. Da parte do Google, essa semana ouvimos declarações um tanto prepotentes - mas embasadas - de Sergey Brin, um dos fundadores do Google na feira de eletrônicos IFA, onde deixou claro que quer o buscador sendo um componente direto do cérebro humano.

 

"Nós podemos sugerir o que você deve fazer a seguir, o que interessa a você. Imagine: nós sabemos onde você está, nós sabemos do que você gosta."

"Não apensa você não vai ficar mais sozinho, você nunca vai ficar sem o que fazer! Nós vamos sugerir o que você deveria estar assistindo, porque nós sabemos o que interessa a você."

"Um futuro no curto prazo no qual você não esquece nada, porque seu computador se lembra. Você nunca se perde."

Não parece grande coisa, visto a natureza externa do Google. Mesmo que você termine por aceita-lo como um complemento externo do seu raciocínio - e já estamos fazendo isso - essa opção é basicamente sua, mesmo que ocorra inconscientemente. Pesquisadores da Universidade de Utah querem um Google às avessas, que pesquise diretamente o cérebro humano, e faça uma leitura da palavra que uma pessoa esteja pensando no momento. Para isso, colocaram duas redes de 16 eletrodos em duas áreas diferentes do cérebro - uma na parte responsável pelos movimentos faciais, e outra na chamada área de Wernicke, onde o cérebro faz diversas interpretações. Logo depois eles pediram aos cobaias - que eram pessoas com algum grau de paralisia cerebral - para pensarem em uma de dez palavras simples e dicotômicas: sim, não, mais, menos, quente, frio, sede, fome, olá e adeus. A taxa de acerto dos cientistas para cada dupla de palavra foi de 90%, e de uma palavra única foi de 48%. Parece pouco, mas já indica que talvez seja possível determinar no que uma pessoa esteja pensando somente analisando a atividade cerebral dela, além do fato de que essa é uma pesquisa em fase preliminar ainda - e não sei se existem pesquisas mais avançadas nesse campo, o que creio que sim.

Pesquisas anteriores, e primárias em atividades parecidas, utilizavam eletrodos diretamente na massa cerebral, o que significava um forte risco de lesões cerebrais permanentes. Os cientistas de Utah avançaram nesse aspecto e fizeram uso de eletrodos na parte externa da cabeça - e pensam ser possível fazer leituras cerebrais com dispositivos mais avançados, sem contato direto com a pessoa analisada.

Quem sabe se o Google e os cientistas de Utah não se unam e criem uma busca universal diretamente na sua mente, te enchendo de propagandas no processo? Nunca se sabe… Só não me perguntem depois por que tenho um velho problema com máquinas - que são pesadamente lógicas, como muitos humanos por aí.

 

Singularity Hub [Via CrunchGear]

2 Comentaram...

zemane disse...

Diferentemente do que foi dito, "Os cientistas de Utah avançaram nesse aspecto e fizeram uso de eletrodos na parte externa da cabeça"

"O experimento utilizou um novo tipo de implante neural cujos microeletrodos se apoiam sobre o cérebro sem perfurá-lo."


http://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=implante-neural-converte-sinais-cerebrais-palavras&id=010110100909

Sr.Elton disse...

Quando eu leio essas coisas e fico mais paranóico com relação a super corporações e novas tecnologias e coisas do tipo e falo isso pra outras pessoas, ainda me olham torto e me acham doido... ¬¬

Postar um comentário

Mostre que é nerd e faça um comentário inteligente!

-Spams e links não relacionados ao assunto do post serão deletados;
-Caso queira deixar a URL do seu blog comente no modo OpenID (coloque a URL correta);
-Ataques pessoais de qualquer espécie não serão tolerados.
-Comentários não são para pedir parceria. Nos mande um email, caso essa seja sua intenção. Comentários pedindo parcerias serão deletados.
-Não são permitidos comentários anônimos.


Layout UsuárioCompulsivo