segunda-feira, 25 de maio de 2009

Avatar Colaborador Nerd

Saindo do Armário #nerdday

Por Thahy*

 

thahy

Creio que isso começa na infância. Você percebe que aquilo que te atrai… que te deixa curioso… excitado… não é o mesmo que a maioria… Você passa a desenvolver hábitos estranhos e a sentir pequenos preconceitos… pequenos olhares tortos e entortadas de boca… ai você se acostuma com comparações:

A filha da Mariazinha brinca com boneca… por que você destrói as tuas?!,
O filho de sicrano gosta disso… por que você também?!,
Deosss… o que fiz para merecer um filho/filha assim?!

Quando a adolescência chega… ai ai. Nossa senhora, você percebe de vez que realmente ‘tem algo errado comigo”, e passa a questionar porque você não é igual a todo mundo. Por que você tem que gostar logo ‘daquilo’… e vai ficando cada vez mais isolado… solitário no seu mundinho… satisfazendo as tuas vontades e alimentando o teu tesão… mas com uma incrível culpa crescente!

Nesta fase você começa a experimentar e a se envolver com algumas turmas… pra descobrir do quê você realmente gosta… tá afim. Compartilha alguns segredos, preferências… posições. Mas você também começa a sofrer com preconceito… e percebe que ELE também existe entre aquelas pessoas que você julgava conhecer… confiar. É nessa idade que você percebe como isso machuca… :

Como você é capaz de dizer que DISCWORLD é melhor do quê LOTR?!!!  De que PLANETA você é?! SEU BIZONHO!!

Você entra na faculdade [muitas vezes antes dos 18], e se encanta com aquele mundo de possibilidades e novidades, mas… você logo percebe que continuará isolado… pois você tem A MARCA no corpo: você não se sente bem por estar no meio daqueles mesmos assuntos de sempre… daquelas mesmas coisas óbvias… e volta a se isolar mais uma vez… Até tenta, confesse, se adequar aos padrões daquelas pessoas: fofocar, dizer que não conhece tal autor ou que nunca assistiu um filme sci-fi porque isso é coisa de nerd [mas por dentro, tua consciência diz: mentiroso! mentiroso! traidor do movimento, mano!].

Você tenta se adequar aos programas: vai ao forró, acompanha a amiga ao salão, segura a cabeça dela enquanto ela vomita no banheiro… e pensa: pô, tô perdendo aquele especial no History Channel sobre o Egito! Ou pior: Você DESMARCOU uma sessão-cinema nerd com outros esquisitos para não ter que furar mais uma vez o compromisso com aquela turma… pois VOCÊ TEM QUE manter as aparências…

E assim passam… uns 5, 6 anos da tua vida…

Aí você se forma… arranja um trabalho… passa num concurso… e se vê obrigado a conviver com um mundo de pessoas cada vez mais normais. No começo você até se sente ENORMEMENTE excluído porque, apesar de ter aprendido um pouco como se passar por ‘normal’ na faculdade, é no trabalho que você ganha alguns calos permanentes:

vc tem q aprender a controlar a vontade,
o impulso e
o teu jeito de ser…

Que nada mais é do que demonstrar que compreendeu a situação e tem uma solução: rápida, prática e eficaz. Mas se você faz isso, amigo, você cava aquela vala de isolamento/ preconceito/medo entre você e os outros: ninguém gosta de saber que você é mais inteligente do que ele.

Aí você tem que aprender a segurar isso, deixar quieto… esconder-se no armário!

Mas a situação vai crescendo, crescendo… e você  não sabe mais como lidar com essa situação… você quer sair e gritar pro mundo inteiro que você ama essas coisas; que te dá tesão discutir mitologia, simbolismo, história… PQP, HISTÓRRRIAAA! Ai… falar sobre música, sobre solos de guitarra… sobre HQs… sobre INTERNET! Porra, eles não sabem que você é um AFICCIONADO por comunicação! Por blogagens! Por tecnologias!!!

Você sente então NECESSIDADE de defender aquelas pessoas que amam livros e filmes assim como amam o filho. Ou o parceiro amoroso… ou até aqueles adultos que falam com paixão sobre seriados e outras nerdices ao invés da vida alheia… e que tem… num cantinho escondido do armário… uma fantasia ou um acessório de algum personagem tão amado e que até num Buddy Poke da vida coloca uma orelhinha de gato!

Cansei viu… cansei, cansei, cansei, cansei de lidar com gente com - 130.

Êh-lah-iah.

Serei a esquisita. Ou melhor: a excêntrica… ! Nossa, um mundo de possibilidades pela frente!

Quero e PRECISO sair do armário, mas não sei direito como fazer.

Vamos criar um grupo de auto-ajuda?! Tipo: Funcionários-nerds-proud? [pior que nem me considero tão nerd... tô mais pra gênio mesmo... hahaha :p ]

 

Nota do Editor: Leiam também o texto que a Thahy fez sobre o Dia do Orgulho Nerd, clicando AQUI. E sim, os textos femininos são de arrancar lágrimas e repensar a vida!

___________________________________________________________

*Thahy é psicóloga, geminiana, nerd e escreve no blog Intensidade, além de ter quase matado seu pai com esse texto (ele achou que ela fosse lésbica)

10 Comentaram...

Ana Recalde disse...

Puta texto Thahy... parabéns!!! :D

Lunik[BRA] disse...

realmente entre amigos"normais"preciso aliviar, em contar as novas.. porque sempre rola uma twittada,piadas que li nos meus feeds essas coisas!
mas quando você encontra aquele amigo nerd ai acabou o papo com os outros amigos e conversamos em uma linguagem que os "normais" não entendem uma palavra.é muito bom falar com alguém e não precisar explicar..tuudo!

Sinceramente eu não tenho todos os atributos para me considerar um nerd mas.. quem sabe um dia eu receba esse título?

(nossa meu maior CommentariO!) rsrsr!

Felipe Storino disse...

Dos meus amigos de faculdade nenhum é nerd, é um problema sério quando chego todo empolgado com algum filme e eles nem sabiam do lançamento. Meus amigos nerds estão todos espalhados por faculdades pelo Brasil e só nos encontramos nas férias, quando vamos para a casa dos nossos pais. Ainda bem que hoje em dia existe msn, orkut, twitter e outras coisas pra colocar o papo nerd em dia.

Gerheim disse...

''- A maior de todas as loucuras - dizia ela - é enrubescer por causa de nossas inclinações naturais; e zombar de qualquer indivíduo que possua gostos singulares é absolutamente tão desumano quanto escarnecer de um homem ou de uma mulher saída zarolha ou coxa do seio de sua mãe; mas convencer os tolos sobre esses princípios racionais é tentar impedir o movimento dos astros.''
belo texto,espero que seu pai steja bem

Max, O Observador disse...

Francamente, me identifico muito com essa sensação... tem dias que de tanto ouvir asneiras, tenho muita dor de cabeça, tamanha a qte de asneiras que tenho que suportar (passei até mesmo a gostar do Marvin... me identifico muito com ele agora... Meus irmãos qdo viram o filme do GUIA me disseram a mesma coisa...)
ter que suportar tanta coisa, sentir necessidade de gritar e espancar alguém...

Mudando um pouco de tom antes que pensem que eu sou algum sociopata ou coisa pior, eu concordo plenamente com tudo o que vc disse, ter vontade de comentar economia, ñ aguentar aqueles que acham que politica é só falar mal do Lula (nada contra, nem nada à favor do Lula, mas já reparam que ninguém mais fala da dívida externa brasileira?)
mas enfim vou parando por aqui, este post me deixou com os olhos meio marejados... Ou seriam o ar condicionado? até

Daniel Lima disse...

Excelente texto. Tudo o que foi dito é fato! Sempre acontece. Mas o lado bom é que sempre sobra um amigo realmente nerd para discussões interessantes, chega a ser um alívio não ter que dar explicações a toda hora e não ouvir ninguém falando de novelas, Big-Brothers e que o computador não quer funcionar...

Arthur Barros disse...

É uma verdadeira honrra ser forte o bastante para ser um nerde nesse mundo deficiente no qual estamos vivendo, nós somos minoria; a verdade é que pessoas como nós fizerao o mundo (da vici,freud, gandhi, luther king, Che, ainsten... muitos destes já são gênios, outros nem se concideravam intelectuais, mas que seja, e uma outra enorme quantidade de nomes de íncones e lendas por ai) e o sistema espalhado neste mundo de diferentes formas alterou esses ideais para tomar controle da cituaçao, e sob o controle agora eles moldam a mente do povo para que eles conciderem esse tipo de pessoas algo diferente, algo anormal, e assim cria um preconceito nesas maioria alienada para que nós, os dotados de intelecto capazes de quebarar esse lixo deste dominio não consigamos tomar o poder e CONQUISTAR O MUNDOOOOOO, assim eles emtopem a mente dos leigos com lixos televisivos e musicas ridiculas do genero antirock and roll e estragao tudo oq musicos eruditos, o blues o jazz e o rock lutaram para dominar, criando uma grande comunidade desprovida de cultura e 78% da massa encefalica normal em um ser humano (em alguns casos ela até está lá, mas é atrofiada), mas um dia os nerds teram força suficiente para tomar poder e assim poder expadir seus dominios tornando a populaçao mundial muito bem capacitada e evoluida, elevando a humanidade a ÉRA GALÁÁÁTICAAAA!

esse comentário é resultado do excesso de açucar no sangue longas horas de trabalho e estudo e uma mente nerd!
desculpas pelos erros ortograficos escrevi isso no trabalho tive qe ser veloz.
FLWS saudaçoes a todos!

Jeh disse...

Caraca, a parte da faculdade foi TOTALMENTE eu. Bizarro O.o kkkkkkkkkk


Ótimo post!

thahy disse...

que bom que vocês curtiram... Não estou sozinha! hehe

Pr.Dr.Alberto Thieme disse...

SAINDO DO ARMÁRIO E
ENTRANDO EM SODOMA E GOMORRA

Resposta ao artigo “SAINDO DO ARMARIO” de Fabricio Viana

Convido a todos para que busquem no Google os artigos:
1.SAINDO DO ARMARIO E ENTRNADO EM SODOMA E GOMORRA

2.SODOMA E GOMORRA....REALIDADE QUE POUCOS CONHECEM e

3.RESPOSTA A CARTA ENVIADA A DRA.LAURA.

leia atentamente e veja as mentiras usadas por Fabricio Viana em seus blogs e comentarios, e as contradições do autor da CARTA A DRA LAURA.

Voce vai se informar melhor, acredite.

Um forte abraco,

Pr. Dr. Alberto Thieme
thiemeus@yahoo.com

Postar um comentário

Mostre que é nerd e faça um comentário inteligente!

-Spams e links não relacionados ao assunto do post serão deletados;
-Caso queira deixar a URL do seu blog comente no modo OpenID (coloque a URL correta);
-Ataques pessoais de qualquer espécie não serão tolerados.
-Comentários não são para pedir parceria. Nos mande um email, caso essa seja sua intenção. Comentários pedindo parcerias serão deletados.
-Não são permitidos comentários anônimos.


Layout UsuárioCompulsivo