sábado, 30 de maio de 2009

Avatar Voz do Além

Partido Pirata continua crescendo…

 

partido_pirata

crédito: ulinux

Pois é, há males que vêm para bem. A RIAA esperneou, infringiu mais leis do que o próprio Pirate Bay e conseguiu leva-los a julgamento. Mas, como vocês sabem, o pedido para anulação do julgamento (e até de todo o inquérito) já está sendo avaliado. Juntamente com isso, o nome Pirate Bay se fortaleceu, e seu partido político (tá bom, não é um partido do site, mas eles compartilham as mesmas idéias), o Partido Pirata Sueco, ou Pirat Partiet, já começa a colher os frutos de tanta publicidade.  Hoje ele já ocupa o posto de terceiro maior partido do país, com mais de 8% de aprovação da população, e em muito breve, caso mantenha as altas taxas de crescimento que está obtendo, vai conseguir ter eleitores suficiente para garantir um deputado no Parlamento Europeu.

A plataforma política do partido é para matar qualquer defensor ferrenho dos direitos autorais de desgosto, propondo o compartilhamento gratuito de de arquivos (seja lá quais forem), a redução de preços de CD’s, fim dos direitos para a maioria das patentes e o fim das infames DRMs.

O candidato do partido, Christian Engstrom, vê com ambição o futuro do partido, afirmando que os planos são ganhar força na Suécia, depois Europa, e partir para a conquista global. Ainda de acordo com ele, é possível que já nessas eleições já existam candidatos piratas vitoriosos.

O interessante é esse partido ser composto principalmente por jovens e ter um dos mais altos índices de crescimento da história da Europa: 14.700 membros entraram um dia depois do veredito contra o site; e em um mês o partido cresceu impressionantes 215%.

As eleições parlamentares européias acontecem do dia 4 a 7 de junho! Torçam…

 

PS: Sim, na foto está o embrião do Partido Pirata do Brasil

Digital Trends [Via Geek]

8 Comentaram...

Yamato disse...

Não sou a favor da pirataria, mas defendo que é um absurdo o que se cobra por dvd's e cd's ditos originais. É a ganância das empresas que nos leva para o "lado escuro da Força". Pode-se cobrar menos e assim vender-se mais. Mas estas empresas não pensam assim. Que seja bem vindo o Partido Pirata e caso haja alguma ramificação no Brasil, com certeza me filiarei a ele.
Repito: não sou a favor da pirataria mas não condeno quem compra produtos que não rendem dinheiro às "majors". Afinal, é a ganância destas que nos incita a buscar alternativas mais baratas, seja na esquina ou num download no desktop.

Anônimo disse...

Tbm não sou a favor da pirataria, acho interessante a ideia do partido mas não me foge a mente q o partido so esta crescendo de modo acelerado pq os joves acham cool estar no lado oposto da moeda das majors.

O novo modismo rebelde é piratear. So q é algo tão sério e politizado quanto Gisele Bündchen usando estampa do Che Guevara.

Anônimo disse...

Quero ver esses brasucas mongos querendo copiar a moda de joves europeus q tem dinheiro e alguem q os sustente, não acordaram q vivem em um país de quarto mundo como o Brasil e no minimo seria bom q ganhem algo através da patente ou direitos autorais do q produzissem seja la oq for.

"O Partido Pirata do Brasil defende também a inclusão digital "

Não basta o numero de favelados no orkut, o partido pirata vai fazer eles aumentarem. Funk para todo o lado...

Leronir Absidian disse...

Não existe quarto mundo...e você pretende o que, senhor anônimo? Ficar parado reclamando dos preços e não fazer nada? Se algo precisa ser feito, melhor que seja feito dentro da lei, estou de acordo com o partido pirata. Também sou contra a pirataria, mas não sou contra baixar programas, música, jogos, vídeos, da internet, pois acaba sendo o único jeito de consegui-los. Caso exista mesmo esse partido, pretendo me filiar a ele. Sim, sou jovem, e como tal pretendo lutar pelo futuro do país, ao invés de deixar nas mãos dos mais velhos que querem entupir o cofre com nosso dinheiro.


--------------------------
Leronir Absidian
http://metanergistas.no-ip.org

Anônimo disse...

Não sou a favor da pirataria tambem e nem dos preços cobrados pelos produtos, não existe um partido do meio termo? o qual você pode testar o produto antes de comprar e ter um preço mais acessivel?

Gabriel

babu disse...

Tambem me afiliei e o Partido Pirata e ele alem de propor donwloads de musica e internet acessivel é partido para jovens que nasceram num mundo digitalizado.Tambem apoia um politca mais transparente

gardenaro disse...

A "pirataria" é um termo inventado. Compartilhar não é ruim. Diferente de um carro, q não pode se duplicar com um toque, softwares e jogos estão num patamar diferente dos produtos q estamos acostumados a lidar. A era digital está só começando...

Thais Linhares disse...

A juventude nazista também cresceu rápido. Os piratas são incapazes de diferenciar o que é a ação dos atravessadores da cultura da vital importância dos Direitos Autorais para um autor comum. Estamos prestes a resgatar o usufruto de nossos direitos, e assim garantir uma maior produção criativa com valores realistas, onde não haja lugar para especulações ou lucros desnecessário dos atravessadores. Aí vêem uma turma que se fecha ao debate vilanizando os autores, e ainda se diz "progressista". É muito mais lógico tornar grátis o conteúdo usando o capital imenso que os provedores, empresas.com, megauploads, estão ganhando do que sacrificar os autores e produtores de conteúdo, inclusive fechando para jovens que desejem se dedicar à criação artística de forma livre e independente do aval de mecenato ou patrulhamentos ideológicos e/ou comerciais!

Postar um comentário

Mostre que é nerd e faça um comentário inteligente!

-Spams e links não relacionados ao assunto do post serão deletados;
-Caso queira deixar a URL do seu blog comente no modo OpenID (coloque a URL correta);
-Ataques pessoais de qualquer espécie não serão tolerados.
-Comentários não são para pedir parceria. Nos mande um email, caso essa seja sua intenção. Comentários pedindo parcerias serão deletados.
-Não são permitidos comentários anônimos.


Layout UsuárioCompulsivo