terça-feira, 12 de maio de 2009

Avatar Voz do Além

Castelo de cartas da acusação do Pirate Bay próximo de cair

 

mpaa SPLASH

Depois que Tomas Norström, juiz responsável por dar o veredito contra o Pirate Bay se enrolou todo e foi revelado que ele é integrante de diversas associações de direitos autorais, que têm como missão defender os interesses de seus associados (leia-se: Warner, EMI, Fox e todas essas produtoras), o caso contra os piratas suecos só vai esvaziando, mostrando cada vez mais buracos.

Se ter um juiz integrante desse tipo de associação já foi ruim para o caso, podendo causar a anulação do julgamento, imagine então ter como principal policial responsável pelo inquérito um cara que foi contratado pela Warner, uma das principais interessados na derrota dos piratas? Isso poderia jogar no lixo mais de dois anos de “investigações” feitas pela equipe policial, anulando não só o julgamento, mas todo o processo contra o site sueco.

Jim Keyzer é o tal policial, e ele não teve a mínima vergonha (como não parece ter todos os que defendem Warner & cia) de aceitar ser contratado pela empresa dos irmãos Warner, mesmo antes de concluir o inquérito. E para piorar a situação, não colocou os pés no tribunal para dar qualquer depoimento, mesmo tendo sido convocado.

Peter Sunde, frontman do Pirate Bay afirmou em seu blog:

Existem muitos pontos de interrogação em relação ao processo e à investigação policial. O agente da polícia, Jim Keyzer, sabia que tinha um trabalho bem remunerado não apenas numa mas em duas das empresas que apresentaram queixa contra nós, após a conclusão do inquérito. Muitos elementos que eram para nós vantajosos acabaram por não ser incluídos no resultado do inquérito.
(…)
Muitas pessoas têm ligações com os nossos adversários e provaram que foram remunerados (por eles) ou que lhes prometeram um emprego para o futuro. Queremos que tudo esteja disponível aos olhos do público de forma a que nos possam ajudar a verificar que tudo está correcto. Precisamos de confiar no sistema mas o sistema precisa de ser suficientemente transparente de modo a que possamos ter confiança nele.

Os jornais suecos se colocaram a investigar a situação e entrevistaram vários juristas, que afirmaram que, no mínimo, um novo julgamento deve ser convocado, mas é realmente possível que o tribunal de apelações anule tudo contra o Pirate Bay.

Isso mostra mais uma vez como jogam sujo os que supostamente estão combatendo criminosos, e salvando a indústria da cultura. Se são métodos como esses são os únicos para salvar os artistas, creio que eles não merecem salvação. Mas como todos sabemos que é apenas o bolso deles que eles querem salvar, creio que está mais que na hora deles saírem de cena para sempre…

 

[Via Torrent Freak]

5 Comentaram...

Aleatório disse...

uuuuuuu
Nerds 1 x 0 MPAA

Mais uma vez os nerds se dão bem sobre o resto do mundo (MPAA e cia)

Att.

João Lucas Scharf, o Aleatório

Kamen Rider disse...

Enquanto isso na França as associações de direitos autorais sorriem até as orelhas

http://www.google.com/hostednews/afp/article/ALeqM5guuXP0mrilTgKzt022Yn_M0dTQoQ

Gilmar Ostjen disse...

Mas se o direito autoral parar de ser respeitado, como a Warner (por exemplo) vai gastar mais de cem milhões de dolares para fazer um filme se muita gente não vai ver no cinema porque já "baixou" em casa?
O investimento vai cair na medida em que caem os consumidores.
Imagine nunca mais ver um filme com a qualidade de Matrix, Senhor dos Anéis, Transformers, Homem de Ferro, etc?
Sei lá, essa coisa de direito autoral é delicada.
Té!

Luiz Antonio (Curitiba/PR) disse...

Eu não acredito que a indústria pare de investir em filmes. Quem gosta de filmes vai ao cinema de qualquer maneira. É só você ir ao Shopping no Domingo à tarde. Entrada a quase R$ 20 e lotado do mesmo jeito. Eu mesmo assisto de 1 a 2 filmes por mês no cinema. Mesmo quem baixa filmes normalmente tem que esperar sair uma versão boa depois que é lançado o DVD no mercado americano. Poucos filmes tem uma versão descente ao mesmo tempo que no cinema. Quem sofre mais são as locadoras que têm que se reinventar para manter a clientela. O que devia ser mesmo combatido é essa venda de DVDs piratas a 4 por R$ 10 na rua. Isso acaba com o mercado e não gera impostos. Dê uma olhada no legendas.tv: Mesmo os filmes com legendas mais baixadas tem lá 5 ou 6 mil downloadas. Em um mercado de 200 milhões de brasileiros... a maior parte são séries que demoram a chegar, não chegam ou são destruídas com dublagens ruins, cortes mal feitos ou horários ridículos. Eu mesmo sou um consumidor voraz de séries e com certeza trago muita gente para seguir uma série que acaba locando ou assistindo na TV. A verdade é que a maior parte do público não sabe como baixar ou colocar legendas, não tem paciência para assistir no computador, não quer trocar o DVD por um DIVx ou nem mesmo gosta de legendas e quer o dublado. Tenho mais de 300 DVDs originais, boxes e agora estou iniciando a coleção de bluray, mas tenho certeza que a maior parte da população não tem condições de fazer isso, nem mesmo gastar de 4 a 8 reais para locar um filme. Nossa realidade é outra. Não existe mais aquele cinema comunitário nos bairros, não há nada que incentive a cultura no país. O teatro é um sonho de consumo para 99% da população. Eu mesmo desisti de pagar R$ 50 para ficar a 100 metros do palco para assistir uma peça um pouco melhor. Quase não há livros disponíveis para a população que não tem como investir de 30 a 50 reais em livros mais novos. Fui comprar a coleção do Monteiro Lobato para meus filhos e descobri que os livros de pouco mais de 100 páginas não custam menos que R$ 25. Nem isso a população pode ter. Um dos autores que me fez descobrir o prazer da leitura e da cultura é inacessível a 80% do povo. Acho que fugi um pouco do tema. Desculpe se exagerei, mas fico indignado com todo esse movimento pró-lucro e essa preocupação se vão pode "investir" 100 milhões em um filme enquanto há um descaso total com a cultura e a cidadania no Brasil.

pagp disse...

/Bump LUIZ ANTONIO To contigo em gênero, número e grau!

Postar um comentário

Mostre que é nerd e faça um comentário inteligente!

-Spams e links não relacionados ao assunto do post serão deletados;
-Caso queira deixar a URL do seu blog comente no modo OpenID (coloque a URL correta);
-Ataques pessoais de qualquer espécie não serão tolerados.
-Comentários não são para pedir parceria. Nos mande um email, caso essa seja sua intenção. Comentários pedindo parcerias serão deletados.
-Não são permitidos comentários anônimos.


Layout UsuárioCompulsivo