quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

Avatar FiliPêra

A Sony perde as estribeiras. E Microsoft ri

kaz_hirai

O que você faz caso um produto que você fez, antes líder absoluto no setor, começa a ter quedas astronômicas de vendas? No mínimo traça uma estratégia para ver o que está errado e começa a sacudir a poeira, olhando para o futuro (ou algo assim, sou péssimo em administração de negócios e economia), certo? Errado, na visão da Sony. Kaz Hirai, o grande comandante da Sony Computer Entertainment, a divisão da empresa responsável pelos games, resolveu dar uma declaração idiota “bombástica”, mostrando como a Sony está olhando para a atual guerra dos consoles.

Primeiro vamos aos fatos: o PS3 é um fracasso COMERCIAL (antes que apareçam fanboys). E os outros dois concorrentes são SUCESSOS comerciais. Enquanto um agrada aos chamados gamers hardcore, o outro faz a festa de todo o resto do planeta (inclusive o novo presidente americano, que, dizem, que joga Wii Sports muito bem). Enquanto isso o PS3, sucessor do mais vendido videogame da história, não é nem uma coisa nem outra. É um elefante branco… ou preto, se preferir. Parado paquidermicamente lá embaixo na tabela, e sem nenhuma força para olhar para o alto, no momento.

Mas, Kaz Hirai não vê as coisas desse jeito e falou isso (provavelmente sob efeito de saquê):

É difícil falar sobre a Nintendo, porque nós não vemos o console dela como nosso competidor. Eles estão em um mundo diferente, e nós operamos em nosso mundo - é assim que eu olho as coisas. E com o Xbox - novamente, eu não consigo descrevê-lo com uma palavra. Você precisa de uma palavra que descreva algo como falta de longevidade.

Tá bom, vamos por partes. Falar que a Nintendo joga em outro mundo pode até ser aceitável (embora não seja verdade. Seria mais correto que ela atinge outro público, ALÉM do gamer tradicional), mas dizer que o Xbox é inferior por uma coisa que nem ocorreu, como com essa baboseira de longevidade (além de um hypado drive de Blu-Ray que, por enquanto não é uma mídia de grande sucesso) ainda é meio forçado, e soa a apelar para a negação em meio aos problemas cada vez maiores para a gigante japonesa. A Microsoft, é claro, não perdeu tempo, e revidou, na mesma moeda verborrágica:

Essa geração não vai ser liderada apenas pelas especificações de hardware, mas por aqueles que mais puderem inovar quando se trata de online e software. Este é o tipo de coisa que está em nosso DNA, e francamente move a guerra dos consoles para onde nós entendemos. Com a base instalada do Xbox 360 ultrapassando os 7 milhões de consoles, mesmo se as vendas do PS3 dobrassem e as do Xbox 360 continuassem as mesmas, ele não nos ultrapassaria antes de 2014.

Sim, eles humilharam a Sony, que já não anda bem das pernas. Ela está prestes a demitir 8000 funcionários, e prevê um prejuízo de US$ 1,7 bilhão para o ano fiscal de 2008, que termina em março (fora isso o PS3 continua dando prejuízo, mesmo com as recentes reduções de preço). Se esse quadro se confirmar, o ano de 2008 ficará marcado como o segundo em que a Sony tem prejuízo em toda a sua história de 50 anos.

Do outro lado do ringue (o lado dos perdedores, segundo Hirai) a Nintendo segue firme, com seu Wii a passos largos para se tornar o videogame mais vendido da história – a previsão é que ele venda 154 milhões de consoles até 2014, 15 a mais que o PS2, com estoques esgotados e preço de ouro em sites de leilão. O DS também não está nada mal, vendendo rios de dinheiro (bem mais que o PSP, que míngua pela falta de jogos), tanto no Japão quando nos EUA. E o Xbox 360 está firme e forte com a maior rede online, além de vender o dobro do PS3.

É Sony, se isso é liderar a indústria, como vocês tanto falam, Eu não sei mais o que é NÃO liderar…

 

[Via Continue]

15 Comentaram...

Dr. Inutilidade disse...

AHAHAHHAAAHHAHAH isso que é mudança e em breve a sony vai pro brejo memo.
O pior que eu ainda sonho em comprar meu play 2 e seus respectivos jogos piratas.

André F. Abreu disse...

O PS3 só vai pra frente quando as mídias e gravadores blu-ray para PC`s estiverem com um preço convidativo, além claro, quando desbloquearem o console.

Eyvind disse...

Dr. Inutilidade - A Sony vai pro brejo de que jeito? Ela não fabrica apenas vídeo games, é mais fácil prever o fim do Playstation que o fim da Sony, e é ainda mais fácil prever o desenvolvimento de um novo console (mais barato de preferência) que o fim da Sony.

Daniel Macedo disse...

É claro que esse cara bebeu alguma bebida ruim e por isso falou tantas baboseiras e a Microsft "Owneou",mas temos que ver de outra forma também:

É possivel dizer que o PS3 ao fim do seu tempo de fabricação venda mais que o X360,isso porque a sony não abandona seu consoles depois que chegam sucessores no mercado(isso ocorreu com o PS1 e agora com o PS2),ao contrario da Microsoft que depois da chegada do X360 empurrou os restos do Xbox1 para debaixo do tapete e se focou diretamente em erguer o nome "Xbox 360".

Essa geração será maior que as anteriores e não duvido que o PS3 dure 10 anos ou mais.

Agora falar que o X360 não tem o mesmo poder é ridculo,como os caras da Microsoft falaram,nessa geração coisas maiores que apenas graficos ganharam a geração.

Walmir disse...

Xbox é um videogame péssimo.
Eu tive dois... e já tive vários consoles, mas nenhum programado pra morrer automaticamente. Não caio nessa uma terceira vez.

Wii é patético. Console feito para crianças/mulheres/casais recém-casados/jogadores-não-jogadores.
Deve vender mais porque é o mais barato.
Eu queria ter uma Ferrari, mas só pude comprar um Palio (e ainda estou pagando por ele).

Enquanto a Micro$$$$oft não criar (desculpe o eufemismo) um videogame DURÁVEL, que não morra depois de um ano, e a Nintendo tomar vergonha na cara e inventar algo digno do seus fãs, fico com a Sony, que pisa na bola SIM, mas ao menos tem um console que não te deixa na mão.

Eduardo Morais disse...

bom, se voces não sabem a Microsoft vai demitir 5000 até junho. 1400 já foram na ultima semana. Ficar repostando coisa velha é foda... Para ser nerd tem que ser de verdade!

Anônimo disse...

Walmir, discordo do que vc disse sobre ser durável! Tenho um PS3 que após 4 meses queimou a unidade ótica e eu tive que desembolsar quase 400 paus para efetuar o conserto. Tive anteriormente um PS2 que "faleceu" com 11 meses de uso.
De uma coisa eu sei:
Console Sony, nunca mais!

Fabio Carvalho

Anônimo disse...

Fabio Carvalho, me desculpe mas você é um cara um pouco irresponsável ein. O que você faz com seus videogames? Joga com eles embaixo do sol de meio dia?

Nunca tive nenhum console da Microsoft, mas tenho um supernintendo que funciona até hoje e um PsOne que tem alguns aninhos também funciona até hoje. Tenho amigos que tem PS2 há anos e num deu nenhum problema, só um que teve que trocar o canhão de leitura. O único Xbox 360 que eu conheço aqui pelas redondezas era de um cara que tinha uma lojinha de videogame, mas infelizmente ele num tem mais o console, depois de dar alguns problemas ele vendeu.

Eduardo Morais disse...

http://www.cringely.com/2009/01/bob-the-impaler/
pronto. lê aí e aprende.

FiliPêra disse...

@Eduardo Morais: Aprende o que? Me explica como isso muda o fato do PS3 (que creio Eu, você deve ser fá dele) ser um completo desperdício de dinheiro? Ele já deu mais prejuízo do que o PS2 deu lucro. Não se engane: a Sony, a não ser que ocorre um milagre histórico, não vai lucrar nada com o PS3. Na verdade ela deve estar rezando para que o prejuízo ser pequeno.

Agora as demissões! A Microsft é uma empresa muito maior que a Sony, e com uma estrutura relativamente menor. Os maiores salários da empresa de Bill/Ballmer estão concentrados em sua equipe de desenvolvimento, boa parte deles dispensável, como seu próprio link afirmou. Já a Sony é um conglomerado gigante, que depende de muitas engrenagens para funcionar a contento, o que não está ocorrendo com falências na indústria de cinema e eletrônicos. Na verdade esta crise está mostrando como empresas gigantes são frágeis.

Enquanto a Nintendo contrata, e se torna a mais lucrativa empresa do Japão, CONTRATANDO gente, a Sony e a Microsoft, com inúmeros negócios além dos games, estão apertando os cintos. Irônico!

Eduardo Morais disse...

a analise não pode ser simplista assim, não mesmo. A MS tem um produto que esta disponivel em todos os computadores do mundo (praticamente), mas isso não torna a Sony menor. Se você olhar com calma vai ver que o conglomerado é bem maior do que um negócio ou outro. A Sony está em filmes, tvs, aparelhos de som, celulares, e etc.

Sobre o PS3 não é que eu seja fã. Foi uma escolha natural. Eu tinha o dinheiro e podia escolher entre um videogame que pode dar pau e outro estavel. Um videogame com DVD e outro em alta definição com um leitor de Blu-ray. Disco rígido embutido ou não. Na ponta do lápis você vai ver que o PS enquanto produto é melhor.

Jogar dinheiro fora foi o que a Sony fez até com o PS2. Eu acredito que o PS3 tem folego para vários anos, o X360 vai ter que ser mudado em breve. E aí meu amigo, quem suporta a plataforma vai ver micos no estilo Windows Vista acontecendo, ou você acha que o windows 7 é?

Sobre o Wii... Eu também tenho um Wii e ele tá encostadinho. Ele é um game para casual gamers, não para gente que joga de verdade. Por isso cresce muito, mas fatalmente você não verá grandes jogos nele (me fala um puta jogo do wii que te dou um doce). Não se esqueça que o Wii só é pobrinho assim porque a Nintendo não tinha dinheiro para bancar o desenvolvimento.. nada mais natural que respirar agora.

Anônimo disse...

quer saber um puta jogo do wii Super Smash Bros.Brawl e Mario Kart Wii

Arthur disse...

Pessoal sou fã do PS, seja o 1, 2 e agora o 3, com certeza acho que ele vai melhorar o preço quando o BLUE-RAY cair nas graças da indústria do cinema, porque digo isso, simplesmente pelo fato dos lançamentos em vídeo e o blue-ray player ficarem mais baratos. E vejam que a indústria dos games faturou mais que a do cinema no ano passado. Acho que com isso a SONY vai deslanchar de vez as vendas do PS3 e deixar o XBOX360 no chinelo. Aí vamos ver quem é quem?

Anônimo disse...

Que absurdo! Não deveria ter que dar satisfações sobre como uso meu game, mas diante da ridícula acusação de "irresponsável", ai vai:

Meu querido amigo anônimo,
Utilizo o console de game por aproximadamente 1 ou 2 horas por dia, de duas a três vezes por semana em uma casa onde NÃO EXISTEM CRIANÇAS, tendo como advesário algumas vezes o meu próprio pai. Trabalho o dia todo e estudo à noite, e só jogo alguns dias da semana quando não tenho algumas aulas e nos finais de semana, quando não estou com a namorada. Sendo assim, não acho justificável ter ganho o título de IRRESPONSÁVEL. Uma empresa que lança no mercado um equipamento com tanta limitação de uso assim é que deveria assim ser chamada! Assim como um de seus amigos, eu também tive que trocar o tal canhão de leitura, com a diferença de no meu caso, ser o PS3! A propósito, tenho tambem um Super NES que funciona perfeitamente até hoje! Bastante tempo pra um cara "irresponsável" como eu né!
Mude seus conceitos, pare um pouco de puxar o saco da Sony e admita que a gigante japonesa também erra!

Fabio Carvalho

Anônimo disse...

Pra mim os 3 consoles são perda de tempo,
principalmente para nós pobres mortais e falidos
do terceiro mundo...Nós é que levamos prejuizo comprando esses consoles carissimos e não a Sony!
Não vai ser um fiasco de vendas que vai falir uma gigante dos eletronicos...nós é que falimos quando pagamos 2 mil reais ou mais em um console para durar no máximo 3 a 4 anos, ter quer vender por menos da metade do valor que comprou pra conseguir os novos lançamentos de uma nova geração que estará por vir...

Postar um comentário

Mostre que é nerd e faça um comentário inteligente!

-Spams e links não relacionados ao assunto do post serão deletados;
-Caso queira deixar a URL do seu blog comente no modo OpenID (coloque a URL correta);
-Ataques pessoais de qualquer espécie não serão tolerados.
-Comentários não são para pedir parceria. Nos mande um email, caso essa seja sua intenção. Comentários pedindo parcerias serão deletados.
-Não são permitidos comentários anônimos.


Layout UsuárioCompulsivo