sexta-feira, 30 de janeiro de 2009

Horror Movies Maratom - The Return

 

2008_before_the_fall_003

É o seguinte pessoal, depois de assistir aos 9 filmes do post passado sobre filmes de terror, eu acabei pegando o embalo e resolvi baixar os filmes de terror com maior quantidade de "seeds" do "Mininova". Eu via os nomes, procurava por sua resenha nos meus sites mais confiáveis, e por último dava uma olhada em seu ranking no IMDB. Se me agradasse, eu botava pra baixar. O resultado foi mais 18 filme possivelmente bons, que renderam mais 2 post sobre o assunto. Esse é o segundo e daqui a uns dias sai o terceiro completando assim essa "trilogia sanguinária". Então, sem mais delongas vamos aos filmes.

 

eden-lake-teaser

Eden Lake

Perfil IMDB

Sabe aqueles filme que te deixam mal depois de assistir? Então, esse é um deles. Apesar de sua história não ser verídica, como foi o caso de Um Crime Americano, ele consegue te deixar realmente pra baixo. Usando uma linguagem agressiva, suja e realista, e com o enquadramento, a fotografia e a narrativa bem básicas, ele tenta sempre parecer um filme comum (leia-se "não terror"). Mas com o desenrolar da trama, as coisas vão ficando realmente feias e a violência começa a comer solta, mas o estilo visual continua lá, impassível. No final de tudo, quando a merda realmente bate no ventilador, você percebe que não estava esperando um desfecho tão seco, abrupto e perturbador. Pra ser sincero, até os últimos 20/30 minutos eu estava achando o filme muito bom. Só isso! Mas é a ultima cena que fecha com chave de ouro e te deixa remoendo aquele final durante uns dias (eu fiquei).

A história não é lá das mais originais. Um casal de namorados vai acampar na beira de um lago durante o fim de semana. Até aí tudo bem. Só que o sossego deles termina quando um bando de jovens se reúne na mesma margem do rio para fazer bagunça, beber cerveja etc. O cara fica puto com o desrespeito dos moleques e vai tirar satisfação. Acontece que o bando é grande e quem sai intimidado é o cara. No dia seguinte esse mesmo bando volta ao lago, mas dessa vez sua intenção não é somente beber, ouvir música e fazer bagunça. Dessa vez a coisa vai ser bem pior.

Tirando todos esses pontos positivos que citei aí em cima, o filme ainda tem a seu favor o fato de ser inglês (todo mundo sabe que os ingleses sabem fazer um bom filme alternativo, vide Cova Rasa, Snatch etc...), e de estar tratando de um tema atual: crimes violentos sendo cometido por pessoas cada vez mais jovens. Então, além de ver um banho de sangue, você ainda vai ter o que pensar! Nada melhor certo!?

NOTA: 8,5

 

cottage

The Cottage

Perfil IMDB

Vou ser sincero com vocês: terror com pitadas de comédia nunca foi meu forte. Pra mim comédia é comédia (e eu detesto comédia, com raras exceções) e terror é terror. Se dependesse somente do meu gosto eles nunca se misturariam. Mas(!), ainda bem que não existem somente pessoas com o gosto igual ao meu, porque senão, eu nunca teria a oportunidade de assistir a The Cottage. Esse filme brinca com um estilo de terror muito recorrente e que eu adoro: "fazendeiros psicóticos" (tá certo, essa definição ficou uma merda, mas foi a melhor que eu encontrei). Quantos filmes de terror vocês conhecem que têm um grupo de pessoas aterrorizadas por um fazendeiro psicopata? Massacre da Serra Elétrica, Viagem Maldita, The Frontiers, Wolf Creek, e até Rejeitados pelo Diabo poderia ser colocado (+ou-) nessa categoria. Se você pegar esse estilo de filme junto com seus estereótipos e clichês, misturar com muita violência, uma pitada do ácido humor britânico e um pouco daqueles filmes em que tudo dá errado (tipo Entrando numa Fria) você terá The Cottage. Se vocês quiserem ter uma idéia real de como é o filme antes de baixarem, e só assistir ao trailer abaixo. Ele ficou excelente e passa muito bem o climão "terrir" do longa. Assistam que vale a pena.

PS: tem uma loira nesse filme que meu deus!!! Ela é tão gosto... bonita que se tivesse uma voz menos irritante eu até dava uma chance pra ela (rsrsrs).

NOTA: 8,5

 

 

danceofthedeadposter2

Dance Of The Dead

Perfil IMBD 

Esse filme cai mais uma vez no supra citado gênero de terror/comédia que eu tanto detesto. Mas por se tratar de uma invasão zumbi (50% de chance de dar certo) no meio de uma baile de formatura eu acabei dando uma chance pra ele. O resultado foi 1:15hs de diversão, pop e descompromissada, utilizando um visual MUITO caricato e estilizado. O diretor conseguiu fazer uma homenagem ao gênero (zumbis) sem cair nos velhos clichês, quer dizer, caindo com estilo nos velhos clichês. A história não poderia ser mais genérica: uma usina nuclear (a cena em que a usina aparece me lembrou o estilo visual sarcástico d'Os Simpsons) despeja material tóxico nos esgotos. Esse material acaba evaporando e faz os mortos voltarem a vida. Um grupo de adolescentes esquisitos, que por serem esquisitos ficaram de fora do baile de formatura, percebem o que esta acontecendo e decidem tentar impedir o massacre que está para acontecer (zumbis X adolescentes se formando. Quem será que ganha?).

Como viram, a história não é o forte desse filme. A parada aqui são as referências a outros filmes, como Star Trek, Madrugada dos Mortos, Star Wars, etc. O fato do bando principal ser formado por nerds/freaks/dorks/geeks/etc, cria várias situações envolvendo a cultura pop/nerd e que fazem o filme valer a pena. Fora essa parte, a plástica do filme é muito engraçada. Certa hora eles estão nos esgotos da cidade, e para dar a idéia de que o esgoto está contaminado com material radioativo, o diretor resolveu espalhar uma gosma verde florescente nas paredes. É muito exagerado, mas bem legal. Outra cena legal é quando os zumbis começam a sair do cemitério. Diferente de A Noite dos Mortos-Vivos, aqui os zumbis explodem pra fora da cova e já saem correndo no embalo. É muito bizarro.

Eu resumiria o filme dessa forma: Dance Of The Dead faz com o gênero de zumbis a mesma coisa que Shaun of Dead fez, só que ao invés do humor britânico sarcástico, eles usaram o humor americano meio abestalhado e exagerado. Só isso já o torna um mini-clássico para o público mais indie... ou não.

NOTA: 8,0

 

 

3_dias_-_600

Before The Fall

Perfil IMDB

Já vou avisando logo de cara, Before The Fall está para essa lista assim como Let The Right One In estava para a lista passada. Ou seja, o melhor filme dos nove. Só por ser espanhol já ganhou 6 pontos comigo. Depois que eu descobri que se tratava de um filme sobre o fim do mundo (esqueça Armagedom ou Impacto Profundo, o buraco aqui é mais embaixo) ele ganhou mais 2 pontos. Depois de assisti-lo e descobrir que o fim do mundo serve somente como pano de fundo para um perigo muito mais sinistro ele fechou os 9,5 pontos que estão marcados lá no final do texto.

Como disse mais acima, não se trata de um filme sobre o fim do mundo (tá certo, tem um puta meteoritão vindo em direção da Terra, mas isso não vem ao caso) e sim do comportamento humano quando deparado com sua extinção. Quando a notícia de que a Terra estava para ser atropelada por um meteoro dentro de 3 dias apareceu nas televisões de todo o planeta a sociedade entrou em colapso. Aconteceu tudo aquilo que vocês imaginam: roubo, assassinato, estupro, pandemônio generalizado e tudo de ruim que a raça humana permite. No meio dessa baderna toda, uma mulher quer chegar, junto com seu relutante filho, à uma fazenda no interior da Espanha onde estão seus netos. Ao chegar lá, ela os encontra em total ignorância em relação ao que está acontecendo. Ali, no meio do nada, nem televisão nem rádio pegam direito. Ela decide então cuidar para que essa ignorância permaneça até a última hora, afinal, de que serviria contar a eles. Só que o maldito cometa é o menor de seus problemas. Estando o fim do planeta tão próximo, todas as prisões entraram em colapso e todos os presos fugiram. Agora um fantasma do passado há muito trancado está retornando para terminar o que começou há 17 anos atrás.

Before The Fall é, definitivamente, o melhor filme sobre o fim do mundo que eu já assisti. Desde a parte visual da coisa, com uma fotografia excelente, um enquadramento competente e atuações fantásticas, até o argumento e narrativa que conseguem te prender à trama principal (que não envolve o fim do mundo) sem nunca te deixar esquecer que todo o esforço dos personagem é em vão, pois o mundo está para acabar. Em BTF o diretor conseguiu criar o clima de desespero e destruição iminente sem se valer somente do cometa. Os atos e decisões dos personagens coadjuvantes engrossam o caldo e dão "substância" ao plot princial. Tudo está onde deveria estar e todos os personagens são críveis. Para passar uma idéia do que vocês verão, imaginem uma mistura de 21 Gramas com Armagedom e Três Enterros e você chegará mais ou menos perto do que é Before The Fall. Então, façam um favor a vocês mesmos e assistam esse filme.

NOTA: 9,5

 

 

HauteTension

Haute Tension

Perfil IMDB

Eu já tinha visto a capa desse filme por aí na net mas, sinceramente, ele nunca me atraiu. Até que eu o vi no Mininova e resolvi dar uma vasculhada. Apesar de sua boa nota no IMDB posso dizer que fiquei decepcionado. Não que seja um filme ruim, mas eu esperava um pouco mais, sabe? A história é realmente muito simples (não que isso tenha impedido filmes como Rejeitados pelo Diabo ou Massacre da Serra Elétrica de serem bons) e a carnificina começa antes mesmo de você ter tempo para se afeiçoar aos personagens. Na verdade "A" personagem, porque todo o resto ou morre ou esta amarrado. Então, trate de gostar da protagonista porque é com ela mesmo que você vai passar o filme inteiro.

Outro ponto fraco é o assassino. Apesar de ser muito cruel e criativo (o que é uma qualidade indispensável para um serial killer), ele não tem carisma algum. Dificilmente voce conseguirá ter raiva dele ou coisa parecida. O filme é extremamente curto, com mais ou menos 1:10h e o final, apesar de inesperado (assim... não é nada original, mas você acaba não esperando por ele nesse filme especificamente) deixa algumas pontas soltas, que mesmo você pensando que foi essa a idéia do diretor, ele acaba dando a sensação de não estar tudo amarrado (não sei vocês, mas eu gosto de filmes ou totalmente abstratos estilo David Lynch ou totalmente fechados e amarrados. Meio-termo fica parecendo desleixo do diretor).

A (curta) história é assim: duas amigas vão passar um feriadão na fazenda dos pais de uma delas. Logo na primeira noite um cara estranho bate na porta altas horas da madrugada. Quando o homem da casa vai atender é brutalmente assassinado. Em seguida sua esposa o é. Logo depois a filha do casal é amarrada e levada para o caminhão do assassino. Sua amiga, que conseguiu se esconder DEBAIXO DA CAMA, dá um jeito de seguir o cara. O resto de filme é isso; a garota tentando livrar sua amiga (por quem ela tem uma atração sexual) das garras do assassino maníaco. Como eu disse, nada original. Mas, apesar dos pesares, Haute Tension é um filme de terror/gore bem legal, com bastante sangue e violência sem muita explicação. Quem gosta de filmes desse naipe (eu gosto) vai se divertir. Meu problema foi criar certas expectativas que não foram correspondidas. Quem assistir de mente aberta pode gostar.

NOTA: 7,5

 

 

behind_the_mask

Behind The Mask: The Rise of Leslie Vernon

Perfil IMDB

Apesar de BTM ser um filme de serial killer, ele não pode ser plenamente considerado um filme de terror. Está mais para um "documentário fictício" do que qualquer outra coisa. É até difícil explicar a idéia do filme, mas uma coisa eu garanto, é uma das idéias mais originais que vi ultimamente.

A historia é mais ou menos assim: Leslie Vernon é um assassino profissional. Mas não é nada disso que você está pensando; ele é um assassino estilo Jason, Freddie Krueger, Mike Myers, etc. Deixa eu explicar melhor; é como se esse tipo de serial killer slasher fosse um tipo de profissão, e alguém exerce essa profissão com todas as características que vimos nesses filmes. Exemplo: tem isso em todo filme; o assassino sempre anda devagarzinho, passo a passo enquanto a vítima corre que nem uma desesperada, certo!? Então, durante o filme Leslie irá mostrar a quantidade de treinamento que ele tem de ter para poder andar devagar enquanto a pessoa está olhando e depois sair correndo quando ninguém o vê. Ele pergunta "Vocês tem idéia de quanto exercício eu tenho que fazer para manter a forma? É absurdo!".

Outro exemplo: sempre que a mocinha do filme está sozinha, ela não ouve um barulho estranho, e depois a porta se fecha atrás dela e o barulho que ela ouviu sumiu e ela vai embora assustada? Então, Leslie irá nos mostrar as armadilhas que ele tem que fazer para poder puxar a porta sem que a mocinha perceba. O treinamento para ter o timing certo de fazer barulho e depois parar. Ele mostra que isso não é uma profissão, é praticamente uma arte! O filme é basicamente isso. Um grupo de repórteres filmando a vida e obra de Leslie Vernon (sim, o filme é todo na visão do câmera, tipo Bruxa de Blair mesmo) como um slasher profissional. Eu sei que isso tudo pareceu estranho mas eu garanto, é muito legal! O diretor do filme conseguiu fazer um filme sobre esse gênero de terror e ao mesmo tempo fazer um filme neste mesmo gênero com todas as características marcantes. É difícil explicar totalmente a idéia do diretor, mas eu digo a vocês, assistam (!!!), principalmente se você gosta mesmo de filmes de horror. São tantas citações a clichês do gênero e brincadeiras com os absurdos desse tipo de produção que BTM passa a ser mais que um filme e sim uma homenagem ao terror.

NOTA: 8,0

 

 

waz

WAZ

Perfil IMDB

Waz é mais um filme de investigação e assassinatos em série como tantos outros por ai, Seven, Colecionador de Ossos, Resurreição, Face a Face com o Inimigo, para citar só alguns. Apesar de me amarrar neste tipo de filme, eu ainda não sei dizer porque resolvi baixa-lo. Sério mesmo, a história não é lá das mais originais, seu sub-gênero de terror também não é coisa rara, não tem ninguém famoso no filme (a não ser que você considere Selma Blair famosa) e nada mais que realmente chamasse a atenção. Mas, de qualquer forma, eu baixei e assisti; e vou ter que falar sobre ele. Então, mãos à obra.

O plot é o seguinte: um assassino em série está matando os integrantes de uma gangue de forma muito cruel. Ele pega o sujeito, amarra numa cadeira e dá para ele um interruptor. A sua frente, a pessoa que ele mais ama estará também amarrada a uma cadeira e ligada a energia elétrica. O interruptor que ele recebeu serve para eletrocutar esse pessoa que ele tanto ama. Por que ele faria isso? Porque se não fizer ele será torturado até a morte (isso inclui agulha debaixo da unha e castração, no caso dos homens). Essa "experiência" que o psicopata esta conduzindo é para provar a equação "W DELTA ZETA", ou "WAZ", para os mais íntimos.

Ela diz que não existe amor, nem carinho nem nada do tipo. Nossas atitudes são tomadas à partir dos nossos instintos, de nossos genes, como o da auto preservação. Por exemplo: maldade né!? É isso que a policial Helen Westcott acha, e junto com seu parceiro (que parece saber mais sobre a história do que conta) irão tentar impedir esse assassino frio e calculista antes que mais pessoas morram.

Apesar da falta de originalidade (pra quem quer ver tortura tem Saw e Hostel aí pingando sangue) o filme consegue te prender. Nada em especial, os personagens não são carismáticos nem nada do tipo (se bem que você pode acabar gostando do vilão). Mas até que a história é bem contada. A maior qualidade do filme está aí, a forma como a história é contada. O grande segredo aqui não é a identidade do vilão. Isso você descobre rápido. O grande segredo é o que o parceiro da policial está escondendo. Esse é o grande trunfo do filme. Se não fosse isso passaria batido. Mas, mesmo assim, vale a pena assistir. É um filme de investigação bom e divertido mas sem nenhuma grande inovação. Se bem que quem disse que para ser bom um filme tem que inovar, certo!?

NOTA: 7,5

 

 

100feet

100 Feet

Perfil IMDB

Marnie Watson (Famke Janssen, a Jean Gray) foi condenada pelo assassinato de seu violento marido. Algum tempo depois ela ganha a condicional e pode terminar de cumprir sua pena em prisão domiciliar. Dentro de sua casa ela pode andar livremente num raio de 30 metros (100 pés, daí o nome do filme). Acontece que o fantasma de seu marido não aceitou bem  essa história de ser assassinado e vai fazer o diabo com a mulher dentro desses 30 metros. Diferente da maioria dos filmes, o fantasma aqui não ataca de forma psicológica ou "mágica", ele enfia a porrada mesmo. Soco na cara, chapa nos peitos, soco no pau do nariz, chute na barriga, cabeçada na parede. Ele surra a coitada até não poder mais. Agora Marnie terá que encontrar uma forma de acabar com o maldito sem extrapolar os limites de sua casa pois caso isso aconteça ela será enviada de volta a prisão.

Falando assim o filme até parece interessante, mas, na minha opinião, ele poderia ter sido bem melhor. Se não fosse pela linda Famke Janssen, eu provavelmente não teria dado mais do que 5,0 para ele, mas vou ser sincero. Filme de fantasma dificilmente me agrada. Os que eu ainda consigo gostar são japoneses ou coreanos. Filmes americanos sobre fantasmas já deram o que tinham que dar. A fórmula é sempre a mesma, os "sustos" são sempre os mesmos, o estilo de filmar é sempre o mesmo, tudo é sempre o mesmo. Com raras exceções, claro. Então, vamos fazer assim: se você gosta desse tipo de filme não vai se decepcionar, mas se você já esta meio de saco cheio desse sub-gênero, estilo Pulse, Mirrors, A Casa Amaldiçoada, Ecos do Além, Os Outros, etc, não perca seu tempo.

NOTA: 6,0

 

 

repo_the_genetic_opera_poster

REPO! The Genetic Opera

Perfil IMDB

Repo! é um filme para poucos. Se Sweeney Todd ainda conseguiu algum sucesso devido à presença de Johnny Depp, Repo! conta exclusivamente com sua ótima idéia e excelente execução. Mas, venhamos e convenhamos, ninguém com menos de 25 anos realmente gosta de filmes musicais. Eu, pelo menos, não sou nenhum fã. Mas, quando li as primeiras noticias sobre Repo! e seu plot esquisitíssimo, confesso que fiquei interessado. Porra!, não é todo dia que você vê uma opera/rock-musical gore futurista sobre aluguel de órgãos certo!?

A história por si só já renderia um excelente filme não-musical. Num futuro apocalíptico, a humanidade foi quase dizimada por uma doença que causava a paralisia dos órgão. No meio do desespero uma empresa chamada GeneCo chegou com a "solução"; o aluguel de órgãos artificiais (ou não!?). Simples assim, como alugar um smoking. O único problema é que se você não pagar a mensalidade o "serviço" é cortado. Aí entra em cena os REPO-MEN. Eles acham o devedor e pegam de volta o "produto". Acontece que não é só esse o problema. Com o avanço da tecnologia genética, implantes e modificações físicas estão cada vez mais acessíveis. Praticamente 100% da população tem alguma modificação no corpo. Você pode trocar de rosto se tiver dinheiro, pode trocar seus olhos por projetores holográficos. Pode aumentar, diminuir, esticar, clarear, ou substituir qualquer parte do corpo. Claro que todo esses processo é doloroso. Mas, não se preocupe, pois a Geneco tem a solução. Ela se chama "Zydrate", um tipo de anestésico super-poderoso que, infelizmente tem um pequeno efeito colateral chamado DEPENDENCIA QUIMICA! E é nesse futuro decadente que a história irá se desenrolar. Não vou entrar em detalhes, pois é tudo muito complexo e eu acabaria escrevendo um livro aqui e ainda por cima poderia deixar escapar algum spoiler.

Tirando o excelente argumento, a direção, fotografia, figurino e narrativa estão perfeitos. O estilo pop criado pelo diretor é muito familiar. Várias passagens do filme são em formato de quadrinhos, o que enriquece ainda mais seu clima atual. A personagem principal lembra uma mistura de Avril Lavigne com Amy Lee. Ou seja, mais pop impossível. E ainda, de quebra, adivinha quem faz uma participação especial... Paris "Bitch" Hilton, num papel que lhe caiu como uma luva. Em resumo, Repo! é, no mínimo, indispensável para aqueles que gostam de cinema alternativo. Esperem por algo com a ousadia de Baz Luhrmann e com o estilo de Quentim Tarantino. FODA!

NOTA: 9,0

 

5 Comentaram...

Pondexter disse...

Se "Before The Fall está para essa lista assim como Let The Right One In", então não tem outra meu camarada... Vou baixá-lo já!!!

Graças ao primeiro Horror Movies Maraton conheci o fantástico Let The Right One In (que merecia nota 10 fácil hehehehe).

E a maratona não deveria ficar só em uma trilogia não hein BruNêra...

São muito boas essas indicações (aprovadas), ainda mais quando aparecem filmes não-hollywoodianos.

Deixa eu indo nessa que eu tenho que baixar uns filmes aqui. XD

Parabéns pelo excelente post!

E. disse...

e aew Blz BruNêra

meu onde você achou o REPO!The Genetic Opera.

to procurando desde quando vi o post dele aqui no nerds mesmo, faz muito tempo e não acho se puder falar vlw

abraço te cuida

BruNêra disse...

Pondexter

cara, pode baixar na fé que esse eu garanto, ja em relação a uma trilogia não ser sulficiente, vou pensar sobre isso, se tiver algo mais de bom por ai pode ter certeza que eu dou um jeio de postar por aqui! sobre a nota do LTROI ... eu sou meio chato pra essas coisas... o filme não pode ser somente muito bom, eu tenho que realmente me indentificar com ele, uma parada mais pessoal mesmo...depois explico com calma :)

E.

aqui voce encontra o torrent dele,
http://www.mininova.org/tor/2159335
ja a legenda voce encontra aqui,
www.legendas.tv
mas quando eu assisti ainda não tinha a legenda em portugues, so em ingles mesmo.
flw

Ana Carolina Recalde disse...

Parabéns pelo post BruNêra!!! Muito bom mesmo!!
Gosto muito dos seus posts sobre filmes, pq temos o gosto muito parecido :D
E com certeza eu vou ver Repo!, uma chance boa de ver o Giles de novo... :P

Thiago disse...

Opa,
Primeira vez no seu blog. Está muito bom! Parabéns!
Só que como você escreve muito, sugiro tirar esse fundo vermelhão! Atrapalha bastante!
[]s!

Postar um comentário

Mostre que é nerd e faça um comentário inteligente!

-Spams e links não relacionados ao assunto do post serão deletados;
-Caso queira deixar a URL do seu blog comente no modo OpenID (coloque a URL correta);
-Ataques pessoais de qualquer espécie não serão tolerados.
-Comentários não são para pedir parceria. Nos mande um email, caso essa seja sua intenção. Comentários pedindo parcerias serão deletados.
-Não são permitidos comentários anônimos.


Layout UsuárioCompulsivo