sexta-feira, 23 de janeiro de 2009

Avatar Voz do Além

Autoridades cariocas querem bisbilhotar o Orkut sem ordem da justiça

 

2TdG78uXTdy8klusRKOlkzvSo1_500

Para mim, eles querem é desbloquear certos álbuns de “criminosos”…

Sabe o Orkut? A maior rede social da América Latina. As autoridades brasileiras não vão com a cara dele. Ficam de mimimi, dizendo que a rede é lar de criminosos, que a usam para se comunicarem e traçar planos que bandidos traçam. Não duvide, isso é verdade, embora a maioria que se diz criminoso no Orkut não passa de meninos de 12 anos querendo meter medo em amiguinhos idiotas dele. Mas a hipocrisia dessas autoridades, que deveriam zelar pela segurança dos cidadão que eles protegem (a teoria é bem bonita, já a prática…) é descomunal. Tá certo, no Orkut tem babacas que acham que a raça ariana é superior? Tem, embora esses mesmos idiotas não pertenceriam a tal raça se ela existisse. Em outras palavras: eles defendem uma ideologia que os mataria.

Mas não estou aqui para falar de babaquices como o nazismo, embora as táticas fascistas de certas autoridades dariam uma boa comparação. O lance é que o Ministério Público (logo ele, tido como uma das únicas instituições judiciárias de confiança nesse país) e a Polícia Civil, ambos do Rio de Janeiro, conseguiram  a autoridade de ter acessos a dados sigilosos do Orkut sem um mandado da justiça. Quem deu a eles essa autoridade? A própria justiça do estado do Rio de Janeiro – mais especificamente a 26ª Vara Cível da Comarca da Capital, que parece que quer simplificar seu trabalho e dá sentenças válidas indefinidamente, com a desculpa de ser para combater a criminalidade.

O Google, que como todo o planeta já sabe, controla o Orkut, tratou de recorrer com os superiores da justiça carioca: o Supremo Tribunal Federal. Logo depois fez uma declaração, afirmando que sempre colabora com as investigações, desde que elas não firam a privacidade de seus usuários.

“O Google não se recusa a fornecer dados. A empresa já repassa essas informações para o Ministério Público do Rio, para a Policia Civil do Rio e para outras autoridades brasileiras, desde que haja para isso uma ordem judicial”

A justificativa do Ministério Público para fazer pedido tão demente, foi que a demora para a concessão de ordens judiciais acaba por deixar muitos criminosos impunes, já que crimes de internet tem prazos pequenos, e prescrevem rápido.

 

Dois coelhos em uma cajadada só: além de dizerem que a justiça é lerda (e é mesmo, como qualquer morador do Brasil sabe), eles também afirmaram que nossas leis são frouxas (o que também é verdade, já que muitos parlamentares não sabem nem o que é internet. Ao menos eles são sinceros, apesar de seus métodos à la Bush!

 

[Via G1]

3 Comentaram...

Eyvind disse...

Eu já presenciei de tudo naquele lugar, pedofilia, tráfico de drogas, de armas e putaria em geral! O problema é que ainda não inventaram um meio inteligente de acabar com isso, a maneira mais simples é através das denuncias, mas como é possível bloquear os dados do perfil e , isso dificulta as coisas, o jeito é partir pra ignorância, “chutar a porta e descer o cascudo nos meliantes”.

Eu não sou a favor da invasão, mas de que maneira eles chegariam a esses bandidos? Se existisse uma maneira mais simples vocês não acham que já teriam feito? E nem todo mundo é afetado por isso, o Google fornece os dados de “suspeitos”, para o resto “quem não deve não teme!”. Só espero é que essa encrenca toda nos traga resultados!

Anônimo disse...

Que bobagem.
Não seja ingênuo ou não se faça, por favor.

A maioria não é de meninos de 12 anos querendo meter medo em amiguinhos idiotas deles, a maioria é de PEDÓFILOS!

De onde você tirou isso?!

A Voz do Além disse...

@Eyvind: pedófilos não são pedófilos somente no Orkut. São pedófilos em qualquer lugar. Bisbilhotar o Orkut deles não é a única maneira de pega-los. Dar a polícia o poder de ter acesso a esses dados, equivale a dar poder de escutar telefones para TENTAR achar um bandido. Tem que haver uma investigação antes (com provas que apontem para um suspeito) para poder ter acesso a esses dados. Se a justiça é lerda e a lei é frouxa o problema é de quem as faz e as aplica. Não são os inocentes que devem ser expostos por isso. E não cai nesse papo de quem não deve não teme não, pois muita já se lascou sem dever nada.

@Anônimo: não sou eu que estou dizendo, foi uma pesquisa da Universidade de Harvard em redes sociais (se entender inglês, dá uma lida: http://cyber.law.harvard.edu/pubrelease/isttf/ ), que comprovou que o bulling (ou intimidação de outros da MESMA idade, é o maior risco da internet, e não a pedofilia e os tarados.
Mas, acredite no que você quiser.

Postar um comentário

Mostre que é nerd e faça um comentário inteligente!

-Spams e links não relacionados ao assunto do post serão deletados;
-Caso queira deixar a URL do seu blog comente no modo OpenID (coloque a URL correta);
-Ataques pessoais de qualquer espécie não serão tolerados.
-Comentários não são para pedir parceria. Nos mande um email, caso essa seja sua intenção. Comentários pedindo parcerias serão deletados.
-Não são permitidos comentários anônimos.


Layout UsuárioCompulsivo